Suspensão rebaixada de veículos: o que é e como legalizar

mercedes prata

Carros que possuam suspensão rebaixada de veículos conquistam cada vez mais os motoristas, que desejam desfilar em grande estilo pelas ruas de sua cidade. Mas para isso é necessário legalizar o veículo.

No artigo de hoje vamos apresentar para você as principais informações sobre o que é suspensão rebaixada e ainda, como é possível legalizar esta opção de estilo para o veículo.

O que é suspensão rebaixada de veículos

A suspensão rebaixada consegue conquistar motoristas as vezes antes mesmo, de conquistarem a sua CNH.

Há alguns anos atrás era uma atividade completamente proibida o que causava muitos problemas para carros e também para os motoristas, além de multas com valores elevados especialmente dependendo da situação em que o veículo se encontrava.

No entanto, a partir do ano de 2014 a atividade de rebaixar os veículos, foi permitida e aprovada em lei claro que, tendo algumas ressalvas e exigências que precisam ser cumpridas para que os motoristas pudessem customizar os veículos.

A autorização direcionada pelo Contran – Conselho Nacional de Trânsito, exige que sejam levadas em consideração ainda as principais regras encontradas no CTB – Código de Trânsito Brasileiro.

Para quem deseja ter um carro que seja rebaixado saiba que antes de pensar em realizar essa atividade, o principal é pensar nas peças do seu carro que deverão ser utilizadas e ainda, na sua segurança e também do veículo.

Os aparelhos que serão utilizados para obter um carro rebaixado, devem ser de qualidade acima de tudo, para conseguir fazer com que o veículo possa ser facilmente conduzido pelo motorista.

Por mais que seja possível e autorizado realizar o processo de rebaixamento de um veículo, é preciso que as regras sejam cumpridas e corretamente observadas.

Como legalizar suspensão rebaixada de veículos

Se deseja realizar o rebaixamento do seu veículo antes de qualquer passo é importante você saber que não deve realizar nenhum tipo de manobra que seja ilegal ou não indicado, pois dessa forma você dificilmente irá conseguir a legalização para a suspensão rebaixada do seu veículo.

As principais atividades que não devem ser realizadas são cortar as molas, utilizar encolhedores ou mesmo, esquentar as molas para ter a suspensão rebaixada.

Nenhuma dessas atividades são indicadas e devem ser realizadas.

Para conseguir a legalização da suspensão de veículos rebaixados é importante utilizar peças e mecanismos que possuam o certificado do Inmetro. Por mais que o processo seja longo e por veze até mesmo demorado, esse primeiro ponto já pode ajudar bastante.

Quando for realizar o rebaixamento do veículo não tente agilizar o processo ou mesmo, economizar. O serviço deverá ser realizado com a máxima qualidade sem o famoso “jeitinho”. Para isso, procure por uma oficina auto center e tenha a garantia de um excelente trabalho.

Caso isso aconteça, poderá ser um fator que irá dificultar a sua legalização.

carros rebaixados

As principais regras que deverão ser observadas nesse momento são:

  • Carros com altura mínima de 10 cm do chão;
  • Sistema de suspensão pode ser fixo ou regulável;
  • Rodas e pneus não poderão encostar em nenhuma parte do carro especialmente, quando for realizado o teste de esterçamento.
  • Veículos com peso acima de 3,5 toneladas, não poderão ser rebaixados.

Para iniciar o processo de rebaixamento de forma que você consiga conquistar a legalização para o veículo, primeiro é necessário buscar a solicitação inicial junto ao Detran, para informar o desejo de realizar o rebaixamento.

Após esse passo inicial será necessário realizar a suspensão e depois, nova vistoria no veículo com o objetivo de que os profissionais e fiscais do Detran, possam avaliar se está tudo correto com o veículo, além de verificar se os principais quesitos foram atendidos.

Os motoristas que seguirem corretamente as normas apresentadas e aprovadas em lei, poderão conseguir de uma forma muito tranquila a legalização do veículo rebaixado, para conseguir andar com segurança e conforto por onde desejarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *